domingo, 23 de dezembro de 2012

Clipping: O Diário publica matéria sobre a entrega dos livros na Casa do Pequeno Jornaleiro


O DIÁRIO
CADERNO DMAIS
DATA: 22/12/12
Link para publicação original:
http://www.odiariorj.com/ao-jornaleiro-livros/


Ao jornaleiro, livros!

Da Redação

A Casa do Pequeno Jornaleiro, em Campos, em breve vai escrever uma página importante em sua história: a criação de uma biblioteca. Os primeiros livros já chegaram. Crianças e adolescentes da Casa receberam ontem cerca de 400 livros, arrecadados por meio de campanha da Associação de Imprensa Campista. A instituição abriga dez internos e assiste a 80 encaminhados pela Justiça.

Os atendidos pela obra social ouviram histórias interpretadas pela atriz Iara Lima e tiveram um bate-papo com a jornalista Gisele Borba, apresentadora do telejornal noturno da TV Record. Muitos demonstraram interesse em seguir a carreira de repórteres.

De acordo com o jornalista Vitor Menezes, presidente da AIC, a iniciativa faz parte da busca por uma maior inserção social da entidade. A proposta é a de que, no próximo ano, a associação mobilize jornalistas a serem voluntários em oficinas para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

O presidente da Casa do Pequeno Jornaleiro, José Roberto Ramos, disse que a campanha da AIC coincidiu com a vontade da obra social em montar uma biblioteca. Neste ano, a Casa havia tentado, sem sucesso, obter doações de livros de uma instituição bancária. “Quem lê se torna muito mais qualificado para aprender em qualquer área. Se torna uma pessoa mais preparada”, afirmou Ramos, durante a entrega dos livros. No bate-papo das crianças com a jornalista Gisele Borba, alguns garotos demonstraram interesse na área, e fizeram perguntas sobre os bastidores da TV. “Pelo visto teremos grandes jornalistas entre estes pequenos jornaleiros”, brincou Gisele.

A ação de ontem não encerrou a campanha. A AIC manterá a arrecadação para contribuir na formação da biblioteca. Segundo o diretor de Cultura da associação, Wellington Cordeiro, muitas pessoas se prontificaram a doar, mas, em razão dos compromissos de final de ano, acabaram perdendo a data da entrega. “Todos que quiserem ainda podem doar, nos mesmos pontos de arrecadação da Campanha”, explicou.

A AIC recebe as doações na sala 104 da sua sede (Rua Tenente Coronel Cardoso, 460). Veículos de comunicação de Campos também podem servir de pontos de arrecadação. (Mais sobre postos de arrecadão no associacaodeimprensa.blogspot.com.

De jornalistas para jornaleiros, uma ligação que vem de longe

A escolha da Casa do Pequeno Jornaleiro para ser o alvo da campanha da AIC se deu em razão de uma ligação histórica. A primeira é uma obra social que nasceu para abrigar crianças que distribuíam jornais pelas ruas de Campos nos anos 60 do Século XX. Nesta época, a AIC já existia, tendo sido fundada em 1929, e tem tido o papel de representar os jornalistas e demais profissionais da imprensa.

Durante a entrega dos livros, ontem, os diretores da AIC aproveitaram para conversar com a direção da Casa para desenvolver a ideia de promover a capacitação dos pequenos “jornaleiros” para atividades ligadas à comunicação social, como fotografia e cinegrafia, áreas muito demandas pelos veículos.

Jornalista e autor de documentários e curtas de ficção, Alexandro Florentino, que é diretor de Relacionamento Estudantil da AIC, foi um dos que se prontificaram a ser professor voluntário no treinamento dos adolescentes da Casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget