sexta-feira, 26 de junho de 2015

AIC é terceira mais antiga associação de imprensa do Brasil


Levantamento feito por alunos do curso de jornalismo do Uniflu mostra que a Associação de Imprensa Campista (AIC), de Campos dos Goytacazes (RJ), é a terceira mais antiga entidade representativa de jornalistas em atividade no Brasil. A relação ainda está em elaboração e esta condição ainda não pode ser tomada como consolidada, mas sinaliza a relevância histórica e o pioneirismo da entidade.

Se for considerada a característica de abrangência apenas municipal, a AIC é a mais antiga do Brasil, pois as demais têm abrangência nacional (ABI, a mais antiga) ou estadual.

A pesquisa faz parte dos estudos para elaboração de monografia de conclusão de curso dos alunos Aldir Sales Gomes, Paula Vigneron e Letícia Nunes.

Confira abaixo a relação de associações de imprensa brasileiras com mais de 80 anos de fundação:

1 - Associação Brasileira de Imprensa: 107 anos (7 de abril de 1908)

2 - Associação Mineira de Imprensa: 93 anos (18 de setembro de 1921)

3 - Associação de Imprensa Campista: 86 anos (17 de junho de 1929)

4 - Associação da Imprensa de Pernambuco: 83 anos (12 de setembro de 1931)

5 - Associação Catarinense de Imprensa: 82 anos (31 de julho de 1932)

6 - Associação Paulista de Imprensa: 82 anos (1º de maio de 1933)


7 - Associação Paranaense de Imprensa: 80 anos (31 de outubro de 1934) 

terça-feira, 23 de junho de 2015

A três meses do FDP!, AIC e ACL têm reunião de trabalho com Secretário de Turismo


A três meses da realização do I FDP! (Festival Doces Palavras), os representantes das entidades promotoras —  AIC (Associação de Imprensa Campista) e ACL (Academia Campista de Letras) — se reuniram com o secretário municipal de Desenvolvimento e Turismo, Wainer Teixeira de Castro, na manhã de hoje, para discutir as providências finais da organização do evento. Pela AIC, participaram o presidente Vitor Menezes e o diretor de Cultura, Wellington Cordeiro. Pela ACL, participou o presidente Hélio Coelho.

O FDP! será realizado entre 23 e 27 de setembro, no Jardim São Benedito. O festival vai promover a literatura e a produção de doces de Campos dos Goytacazes, em um mesmo ambiente. A proposta é a de que ele seja realizado sempre nos anos ímpares, alternativos à Bienal do Livro, com um caráter mais informal e de discussão de temas locais.


Lançado na Bienal do Livro de 2014, o FDP! vem sendo pensado desde 2013, quando a AIC levou a proposta à Secretaria de Desenvolvimento e Turismo e à Academia Campista de Letras. Três encontros públicos — os "Encontros FDP!" — foram realizados no ano passado para que os organizadores reunissem sugestões para a programação, que está sendo finalizada.

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Sábado com Cine Jornalismo na AIC

A Associação de Imprensa Campista (AIC) promove neste sábado (27), às 16h, mais uma edição do projeto Cine Jornalismo AIC, com a exibição do filme “A Primeira Página” e comentários do jornalista Rafael Vargas. A entrada é franca e acontece na sede da AIC, na Rua Tenente Coronel Cardoso, 460, Centro.

O filme conta a história de Hildy Johnson (Jack Lemmon), o principal repórter do jornal de Chicago. Ele resolve deixar o trabalho para poder se casar com Peggy (Susan Sarandon), mas seu editor-chefe, Walter Burns (Walter Matthau) se irrita e faz de tudo para convencê-lo a ficar na redação.

O editor-chefe aproveita a oportunidade de que o assassino Earl Williams (Austin Pendleton) vai ser mandado para a forca e faz Hildy cobrir a execução. Só que o preso escapa e vai se refugiar justamente na redação do jornal.

O projeto - Em sua sétima temporada, o Cine Jornalismo ocorre sempre no último sábado do mês, às 16h; mas em setembro e outubro, serão nos terceiros sábados do mês, em razão de feriados nos finais de semana seguintes. Embora o público principal do evento seja jornalistas e estudantes de jornalismo, as sessões são abertas a todos os interessados no debate sobre o papel da imprensa, a ética jornalística e os impactos da comunicação social.

Na agenda das próximas exibições, estão: “Doces Poderes” (25 de julho), “Boa Noite e Boa Sorte” (29 de agosto), “Todos os homens do presidente” (19 de setembro), “Cidadão Kane” (24 de outubro) e “O Mensageiro” (28 de novembro). 

quarta-feira, 17 de junho de 2015

AIC elege nova diretoria

Diretores e ex-diretores da AIC votaram logo cedo
A quarta-feira foi bastante movimentada na Associação de Imprensa Campista (AIC) em função da eleição para o mandato da nova diretoria, triênio 2015/2018. O pleito foi encerrado às 17h. Votaram 19 sócios que estavam em dia com suas obrigações estatutárias. A nova diretoria é a seguinte:

EFETIVOS
Vítor Menezes - Presidente
Orávio de Campos Soares - Vice-presidente
Álvaro Marcos Teles - Diretor Administrativo e Financeiro
Wellington Cordeiro - Diretor de Cultura
Humberto Rangel - Diretor de Formação
Wesley Machado - Diretor de Comunicação
Alexandro Florentino - Diretor de Relacionamento Estudantil

SUPLENTES
1º - Ricardo André Vasconcelos
2º - Wilson Renato Heidenfelder
3º - Cilênio Tavares
4º - Patrícia Bueno
5º - Maurício Xexéo
Diretor de Cultura, Wellington Cordeiro
Jornalista Claudia Eleonora também marcou presença
Ex-presidente Herbson Freitas ao lado do atual presidente, Vitor Menezes

sábado, 13 de junho de 2015

Eleição para a diretoria da AIC nesta quarta (17)

A Associação de Imprensa Campista (AIC) vai realizar na próxima quarta-feira (17), a eleição para a escolha de sua diretoria para o triênio 2015/2018. Somente uma chapa foi inscrita. A entidade convida todos os seus associados a participarem da votação, que acontecerá das 8h às 17h em sua sede, com início da apuração logo em seguida. A nova diretoria vai tomar posse no dia 17 de julho.

A chapa é formada por Vítor Menezes de novo na presidência e Orávio de Campos Soares novamente como vice-presidente. E segue com: Álvaro Marcos Teles (diretor administrativo e financeiro), Wellington Cordeiro (diretor de cultura), Humberto Rangel (diretor de formação), Wesley Machado (diretor de comunicação) e Alexandro Florentino (diretor de relacionamento estudantil). Na suplência, os jornalistas: Ricardo André Vasconcelos, Wilson Renato Heidenfelder, Cilênio Tavares, Patrícia Bueno e Maurício Xexéo.

A Comissão Eleitoral, eleita em assembleia geral no dia 10 de abril, é formada pelos sócios: Alicinéia de Azeredo Gama, Vitor Cesar Ferreira de Souza e Claudia Eleonora Ribeiro Alves.

sábado, 6 de junho de 2015

AIC lamenta perda do jornalista Evandro Duarte

A Associação de Imprensa Campista registra com profundo pesar o luto pela morte do jornalista Evandro Duarte, 31 anos, na manhã de hoje. Natural de Bom Jesus, atuava como repórter da Inter TV e como professor de Telejornalismo no curso de Jornalismo do Centro Universitário Fluminense, em Campos dos Goytacazes.  Evandro também teve passagens por  veículos de comunicação do estado do Espírito Santo. Vítima de pneumonia, o jornalista estava internado no Hospital São José do Havaí, em Itaperuna. A AIC lamenta a perda do profissional e manifesta suas condolências aos familiares, amigos e colegas de trabalho.

segunda-feira, 1 de junho de 2015

A Pelada dos Sonhos

Fotos: Divulgação/AIC
O que mais se viu foi camisa do Americano

Um gol numa pelada tem o sabor de um beijo. Um beijo daqueles inesquecíveis dados na juventude numa garota que sempre se quis “agarrar”, como se dizia na época – depois passou a ser “ficar”, agora é “pegar”. Um gol numa pelada não é nem tanto uma transa. É só um beijo mesmo. Mas um beijo na boca, de língua, de intimidade. Um gol numa pelada é tão marcante como um beijo. Ninguém passa despercebido numa pelada se fizer um golzinho sequer que seja. Foi o meu caso.


Valeu jogar até descalço

Cheguei e o primeiro que vi foi o goleiro Tinho. Com uma camisa azul do Vasco do uruguaio Martín Silva. Também já estavam lá o Nickolas, com a camisa do Americano, Sammer e o Balotelli, estes dois últimos chamados pelo Cléber, que não pôde ir. Logo depois vi o Chiquinho ainda lá fora. Aos poucos foram chegando outros convidados. Leudo e seu filho Leno. Rodrigo, Tijolo, Cássio. Vim com Check, que iniciou a resenha pré-pelada. É, porque, além da resenha pós-pelada, tem a resenha pré-pelada.


Encontro terminou 10 a 8 para o meu time

E com Check não é bom dar corda. Ele não para de falar um minuto. A discussão ficou em torno do pênalti que resultou no gol de empate do Americano contra o Goytacaz na véspera da pelada em jogo pela Série B do Carioca, um dos clássicos de maior rivalidade do Brasil. A resenha foi tão demorada que atrasou a pelada. Eu fui bater bola com Tinho e os outros foram entrando em campo aos poucos. Os veteranos Check e Chiquinho foram os últimos a entrar em campo.


Banners da AIC assistiram ao jogo de local privilegiado

Quando a partida ia começar veio chegando o Bruno, com a sua já tradicional camisa do Botafogo. Completou um dos times. Ficaram cinco na linha e um no gol para cada lado. Depois até mesmo o Vitor, que não é muito afeito a futebol, entrou na brincadeira. Ainda chegaram o Bastos, o Rafael e o André. Aí ficaram sete na linha e um no gol para cada lado. Check e Bastos travaram um duelo à parte para ver quem faria mais gols. Check fez seis e Bastos três.


10 vs 10: Balé da Bola

Mas nenhum gol será tão lembrado como o gol que eu fiz, modéstia à parte. Que o diga o goleiro Cássio, que ao longo da peleja me provocava: “Não precisa marcar Wesley, o campo marca ele”. Realmente eu estou bem acima do peso. Mas eis que recebo uma bola na esquerda, driblo o marcador e, destro, chuto de direita, meio de bico a la Romário. “Golaço” (!), decreta Check. "Comemoração contida", comenta Tinho. Cássio diria no churrasco na sede da Associação de Imprensa Campista (AIC), que promoveu o evento na Arena Soccer 12 neste domingo (31): “Não admito tomar gol de Wesley”.

Wesley Machado
Jornalista
Ocorreu um erro neste gadget