sexta-feira, 25 de julho de 2014

AIC saúda cessão da marca Monitor Campista ao município

                A Associação de Imprensa Campista saúda com alegria o anúncio, hoje, feito pela Prefeitura de Campos, de que a marca "Monitor Campista" foi cedida pelo grupo Diários Associados ao município de Campos dos Goytacazes.
                A entidade também avalia como positiva a intenção manifestada pela Prefeitura de Campos de utilizar a marca em seu diário oficial.
                A AIC, no entanto, acredita que tais iniciativas, somadas ao histórico retorno do acervo, são apenas passos positivos rumo a algo ainda urgente e viável, de maior contribuição para a história do município, que é o retorno da circulação do Monitor Campista, com redação própria e com o conteúdo jornalístico com a qualidade que o caracterizou.
                A posse do acervo e da marca são motivos de comemoração, e merecem nosso reconhecimento tanto a Câmara de Vereadores quanto a Prefeitura de Campos dos Goytacazes, que bem representaram a cidade nestas ações, mas nos cabe lembrar que ainda estamos no patamar de dizermos que a cidade "já teve" o terceiro jornal mais antigo em circulação do Brasil. Para a AIC, ainda é possível voltar a dizer que Campos "tem" o terceiro jornal mais antigo em circulação do Brasil.

Campos dos Goytacazes, 25 de Julho de 2014

Diretoria da Associação de Imprensa Campista

quarta-feira, 23 de julho de 2014

"A doce vida” no Cine Jornalismo deste mês

Este sábado (26) é dia de Cine Jornalismo na Associação de Imprensa Campista (AIC), com o filme “A Doce Vida”, de Federico Fellini. O longa vai ser exibido às 16h e, ao final, haverá um bate-papo com a jornalista Talita Barros, que é repórter da editoria de Cultura, do jornal Folha da Manhã. A exibição acontece na sede da AIC e a entrada é franca.

Sinopse - Em Roma, no início dos anos 60, Marcello Rubini é um jornalista que escreve fofocas para os tablóides sensacionalistas. Ele anseia ser um escritor sério, mas nunca consegue. Em uma boate, conhece a herdeira rica, Maddalena, que sofre por sentir um enorme tédio e está constantemente à procura de novas excitações.
Juntos, eles pegam uma prostituta e passam a noite no quarto da meretriz.

Quando Marcello volta para casa encontra sua costumeira amante, Emma, que tinha tomado uma overdose de pílulas para dormir. Ele se apressa em levá-la até o hospital onde fica seguro que Emma vai se recuperar.

Ele corre para cobrir no aeroporto a vinda de Sylvia Rank, uma nova atriz de Hollywood. E logo fica mais íntimo da estrela por quem fica fascinado. Eles percorrem pontos turísticos e, ao chegar à Fonte de Trevi, ela resolve tomar um banho com roupa. Marcello se deslumbra com a moça, principalmente quando ela o convida para tomar banho. Mas ao voltarem da fonte a situação complica, pois Robert, o noivo de Sylvia, a esbofeteia e faz o mesmo com Marcello, que não revida.
Ocorreu um erro neste gadget