terça-feira, 7 de abril de 2015

AIC parabeniza jornalistas e manifesta preocupações locais e nacionais sobre a profissão

Neste 7 de Abril, Dia do Jornalista, a Associação de Imprensa Campista parabeniza a todos estes profissionais que se dedicam ao trabalho de informar e de contribuir para a cidadania e a democracia. Ao mesmo tempo destaca em três cenários algumas das principais preocupações da categoria neste momento, em temas acompanhados pela entidade e em relação aos quais a AIC estimula o debate:

No cenário nacional, a AIC avalia como preocupante a manobra do presidente da Câmara dos Deputados Federais, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de promover o adiamento da votação da PEC do Diploma, que restabelece a obrigatoriedade do diploma de curso superior de jornalismo para o exercício da profissão, que chegou a ser prevista para hoje. Mesmo após uma longa tramitação e várias audiências, o parlamentar usou de sua prerrogativa para criar uma comissão para discutir o assunto. A AIC se une à Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas) e demais entidades  que pressionam o Congresso pela volta do diploma obrigatório.

No cenário estadual, a AIC repudia o recente veto parcial imposto pelo governador Luiz Fernando Pezão ao projeto de lei da Assembleia Legislativa que estabeleceu os pisos salariais dos trabalhadores do Rio de Janeiro. Pela primeira vez, a lei incluiria a categoria dos jornalistas, o que foi vetado pelo governador. A entidade conclama os deputados estaduais a derrubarem o veto, mantendo os jornalistas na faixa salarial inicialmente prevista pelo projeto de lei, de R$ 2.432,72 (faixa 8).

E, no cenário local, a AIC registra a sua atenção especial em relação à proteção do livre exercício de crítica e vigilância cidadã sobre as atividades do poder público, não admitindo ameaças à atividade jornalística e aos jornalistas, seja esta em veículos tradicionais ou em redes sociais da internet. É dever estatutário da entidade defender a pluralidade do debate público, como também preconiza o Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros. Em razão disso, a Associação de Imprensa Campista se coloca em estado de alerta em relação à série recente de textos publicados pelo jornal "O Diário", que questiona o conteúdo de críticas publicadas por blogueiros e jornalistas. A entidade está atenta ao fato de que a liberdade que tem o veículo para levantar o tema não pode se confundir com qualquer sinalização de intimidação judicial e coerção a vozes contrárias aos interesses político-editoriais do jornal.

A Associação de Imprensa Campista, portanto, neste dia especial, renova a sua crença no valor social do jornalista e chama esta categoria essencial , sempre atenta em relação aos direitos dos demais trabalhadores, a se manter também alerta na defesa dos seus direitos e condições de exercício profissional, seja no plano nacional ou no plano regional.

Parabéns, Jornalistas!

Associação de Imprensa Campista
7 de Abril de 2015
associacaodeimprensa.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget