terça-feira, 2 de junho de 2009

Orávio e suas "informações especiais"

Foto: Wellington Cordeiro

Jornalista e professor Orávio de Campos Soares, presidente da AIC e secretário municipal de Cultura, durante bate-papo com jornalistas no Cine Jornalismo AIC, no útimo sábado, após exibição de "Todos os homens do presidente". Na convesa, histórias do tempo da Ditadura (como a do dia em que foi preso por ter publicado, em A Cidade, notícia sobre Dom Helder proibida pela Polícia) e considerações sobre o jornalismo contemporâneo. Para Orávio, uma investigação como a do caso Nixon não parece ser mais viável nas atuais redações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget