quinta-feira, 1 de outubro de 2015

AIC manifesta solidariedade a protesto de jornalistas da Inter TV

A Associação de Imprensa Campista (AIC) manifesta solidariedade aos colegas jornalistas da Inter TV, que iniciaram hoje o cumprimento de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado entre a empresa e o Ministério Público do Trabalho, que os obriga a interromperem a jornada acordada de sete horas diárias (as cinco horas normais, previstas pela legislação para jornalistas, mais duas horas extras, conforme acordo) para a realização de uma hora de almoço. Esta interrupção impacta negativamente o trabalho jornalístico e eleva, na prática, a jornada para oito horas diárias. A AIC recomenda a realização de um reestudo da situação que, além da empresa, também ouça o sindicato dos jornalistas e os próprios profissionais envolvidos. Campos dos Goytacazes, 01 de Outubro de 2015 Diretoria da AIC

Um comentário:

  1. Agradeço o apoio da AIC e não poderia esperar outra atitude desta associação. Sabemos todos, que a carga horária instituída por lei para nossa categoria é de 5h e que podemos estendê-la por mais duas se em comum acordo com a empresa. Obrigar a interrupção por uma hora, sob a elegação de descanso - sem que fossemos ouvidos se concordávamos ou não - atrapalha a vida de todos nós; principalmente porque já tínhamos compromissos prévios. Muitos, inclusive, trabalham para outras empresas e o cumprimento obrigatório deste TAC faz com que os compromissos outrora assumidos e ainda em vigor sejam desrespeitados. Falo como jornalista, empregado da Inter TV e delegado do Sindicato dos Jornalistas do Estado do Rio de Janeiro.

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget