quarta-feira, 25 de junho de 2014

AIC lamenta morte de Lysa Castro

NOTA DE FALECIMENTO

A Associação de Imprensa Campista lamenta profundamente o falecimento da jornalista e escritora Lysa Castro, aos 95 anos de idade. Nascida em Belém do Pará, Luiza Costa da Fonseca Castro foi para o Rio de Janeiro, então Capital Federal, em 1941. Iniciou sua trajetória profissional em escritórios, mas logo seu talento a levaria a grandes órgãos de imprensa da época, como a ‘Revista Carioca’ e a “A Vida Doméstica”, onde revelou talentos como Ângela Maria e entrevistou astros como Moacyr Franco, Tarcisio Meira, Glória Menezes, além de ministros, governadores e o então presidente, Jânio Quadros. Lysa morava em Campos e faleceu em sua casa, nesta quarta-feira. A jornalista, autora de obras como Poemas para românticos – 2000, Micro universo em prosa e versos – 2003 e Considerações – 2009, lançou recentemente, na sede da AIC, A Maior Reportagem, uma biografia organizada pelo amigo e escritor José Gurgel dos Santos.


Um comentário:

  1. Dona Lysa
    queria muito agradecer,
    a quem msm sem saber,muito me ajudou.
    com um simples elogio,uma palavra atoa
    me fez sentido a vida,me tornou uma nova pessoa.
    a quem eu conheci sem querer,
    e uma enorme falta fará em minha vida,
    tanto por suas palavras,
    ou por sua experiencia de vida.
    muita falta sentirei,da pessoa que elogiou meu pequeno trabalho,
    que muito observou minha escrita,
    que concelhos me deu sobre a vida,
    que seus poemas p mim recitou,
    com um carinho maternal..
    uma linda jovem,senhora,que transbordava,
    carinho e pureza sem igual..
    essa pequena homenagem
    faço a uma grande escritora na esperança..
    de que aquele nosso cafézinho
    tomaremos,com certeza,em outra circunstancia..
    -Roberto Teixeira

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget