terça-feira, 18 de agosto de 2009

Palestras preparam entidades para Conferência de Comunicação

No próximo sábado, dia 22, acontecem, às 10h, em Campos, e às 15h, em Macaé, palestras com o tema “Que Conferência de Comunicação queremos”. O evento em Campos será no auditório da Associação de Imprensa Campista (AIC), e em Macaé, no Teatro do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF). A iniciativa é da Comissão Organizadora da 1ª. Conferência de Comunicação do Norte Fluminense e contará com a participação da representante do Fórum Nacional de Democratização da Comunicação (FNDC), Beth Costa, e da representante da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Sônia Gomes.
— Convidamos todas as entidades organizadas da sociedade civil dos municípios da região para que enviem pelo menos um representante para essa palestra. Nosso objetivo é instrumentalizar a sociedade civil organizada para participar da Conferência do Norte Fluminense — afirma a jornalista Fernanda Viseu, membro da Comissão Organizadora da 1ª. Conferência de Comunicação do Norte Fluminense.
A 1ª. Conferência de Comunicação do Norte Fluminense acontece nos dias 11 e 12 de setembro em Macaé, em local ainda a ser confirmado. O objetivo é aprofundar o debate e a reflexão sobre a reestruturação das leis que regem a comunicação no Brasil, há muito não aplicadas e obsoletas, discutir a questão das concessões de rádio e TV, a democratização nos meios de comunicação, canais comunitários, TV Digital, internet, telecomunicações, construção e consolidação de políticas públicas de Comunicação locais, estaduais e nacionais, entre outros temas.
Na Conferência também serão eleitos de delegados para participar da Conferência Estadual e depois da Conferência Nacional de Comunicação, convocada pelo Governo Federal para os dias 1, 2 e 3 de dezembro em Brasília.
Inicialmente, fazem parte da Comissão Organizadora da 1ª. Conferência de Comunicação do Norte Fluminense a Associação dos Trabalhadores em Comunicação de Macaé (Atracom), o Sindipetro-NF, Associação de Imprensa Campista (AIC), a Pastoral da Comunicação de Macaé, o Fórum Nacional de Professores de Jornalismo (FNPJ) e o Sindicato dos Jornalistas do Estado do Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget